Linguine com tinta de choco salteado com chocos, acompanhado de mexilhões

 

*
Preparo
30 mins
 
Autor: Associação Portuguesa de Nutricionistas, Quatro Estações – Receitas Mediterrânicas de Massa
Ingredientes
  • 280 g linguine com tinta de choco
  • 1 g sal
  • 50 ml azeite
  • 150 g cebola
  • 100 g aipo
  • 250 g cenoura
  • 400 g mexilhão
  • 50 ml vinho branco
  • 350 g chocos
  • q.b. estragão
Modo de Preparo
  1. Coza o Linguine com Tinta de Choco em água temperada com metade do sal, de acordo com as instruções da embalagem.
  2. Junte num tacho 2 colheres de sopa de azeite e a cebola em meias luas e deixe refogar. Adicione o aipo e a cenoura em pedaços. Junte os mexilhões e o vinho branco. Tape e deixe ferver 1 minuto. Tempere com o restante sal.
  3. À parte salteie os chocos com o restante azeite. Adicione o Linguine com Tinta de Choco e salteie.
  4. Junte um pouco do caldo do mexilhão e finalize a mistura com o estragão picado.

Choconhaque

 

*
Preparo
10 mins
Tempo Total
12 mins
 
Autor: Alessandro Calve
Ingredientes
  • 1 litro de leite integral
  • 1/2 lata de leite condensado
  • 1 colher de essência de baunilha
  • 2 colheres de amido de milho
  • 200 gramas de chocolate meio amargo picado
  • 3 doses 150 ml de conhaque
Modo de Preparo
  1. Coloque todos os ingredientes, menos o conhaque, em uma panela.
  2. Ferva por aproximadamente 10 min, ou até que o caldo fique levemente grosso.
  3. Desligue o fogo, acrescente o conhaque e misture bem.
  4. O choconhaque pode ser servido quente ou morno e é uma ótima bebida para ser tomada em grupo.

Bolachas de gengibre

 

*
Preparo
45 mins
Cozimento
12 mins
Tempo Total
13 hrs
 
Autor: Flora Refosco
Ingredientes
  • 100 g de manteiga = 1/2 barra
  • 1 chávena de chá de açúcar mascavado
  • 4 colheres de sopa de mel
  • 2 chávenas de chá de farinha de trigo
  • 2 colheres de chá de gengibre em pó
  • 1 colher de chá de bicarbonato de sódio
  • 1 ovo batido
  • manteiga e farinha de trigo para untar e enfarinhar em vez disso, uso papel manteiga
Para o glacê
  • 1 colher de chá de sumo de limão ou laranja
  • 1/2 chávena de açúcar de confeiteiro
  • corante alimentício a gosto cuidado para não deixar o glacê líquido demais, se precisar ponha mais açúcar
Modo de Preparo
  1. Numa panela, junte a manteiga, o açúcar mascavado, o mel e leve ao fogo baixo. Mexa com uma colher até obter uma calda;
  2. Numa tigela, peneire a farinha de trigo, o gengibre e o bicarbonato. Misture bem com uma colher e acrescente a calda derretida e o ovo batido. Mexa até obter uma massa uniforme;
  3. Embrulhe a massa em filme plástico. Não se preocupe com a consistência, pois a princípio a massa fica muito mole. Leve ao frigorífico pelo mínimo de 12 horas;
  4. Pré-aqueça o forno a 180 ºC (temperatura média);
  5. Em uma superfície enfarinhada (pouca farinha!), abra metade da massa de cada vez, usando um rolo, até que fique com 0,5 cm de espessura. Use os cortadores ou a boca de um copo;
  6. Prepare as formas e distribua as bolachas, deixando mais ou menos 2 cm de distância entre elas. Leve ao forno pré-aquecido e deixe assar por 12 min ou até começar a dourar em baixo;
  7. Retire do forno e deixe esfriar. Quando as bolachas ficarem firmes, retire-as com a ajuda de uma colher ou espátula. Se quiser, enfeite com glacê. Conserve num recipiente fechado, em local seco e arejado, ao abrigo da luz direta do sol.
Para o glacê
  1. Numa tigela, misturar tudo com um garfo, até obter um creme que não escorra;
  2. Reserve um pouco do glacê branco e tinja o restante nas cores desejadas;
  3. Enfeite os biscoitos com a ajuda de um palito ou de um saco de confeitar.

Caracóis de canela

 

*
Preparo
2 hrs 35 mins
Cozimento
20 mins
 
Autor: Pedro Galvão
Ingredientes
  • 150 g margarina ou manteiga
  • 1/2 litro de leite pode ser de soja
  • 50 g 1 pacote fermento
  • 1/2 colher de chá de sal
  • 150 g de açúcar
  • 2 colheres de chá de grão de cardamomo moído
  • Cerca de 1 4 kg de farinha (sem fermento)
Recheio
  • 50-75 gr margarina/manteiga à temperatura ambiente
  • 150 g de açúcar
  • 2 colheres de chá de grão de cardamomo moído/canela moída
Pincelar e enfeitar
  • 1 ovo açúcar perolado, flocos de amêndoas torradas
Modo de Preparo
  1. Derreta a manteiga num tacho;
  2. Adicione o leite e deixe a mistura ficar morna (cerca de 37 ºC);
  3. Dissolva o fermento num recipiente com um pouco do líquido;
  4. Quando o fermento estiver ativado (formação de bolhas/espuma) adicione a 2/3 da farinha, juntamente com o resto do líquido, sal, açúcar e cardomomo;
  5. Amasse até a mistura ficar macia e elástica, 4 min com uma máquina, 8 min à mão;
  6. Adicione a restante farinha, mas deixe uma chávena para quando estender a massa;
  7. Deixe a massa levedar durante 30 min (dependendo da temperatura ambiente isto pode demorar muito mais tempo);
  8. Amasse novamente ainda dentro do recipiente e depois colocar tudo numa superfície enfarinhada para trabalhar a massa;
  9. Amasse novamente até a massa ficar homogénea;
  10. Divida a massa ao meio;
  11. Estenda cada pedaço num rectângulo;
  12. Misture os ingredientes para o recheio e espalhe;
  13. Enrole a massa recheada e corte o rolo formado em aproximadamente 24 pedaços;
  14. Coloque os caracóis em papel para ir ao forno, dentro de um tabuleiro, com o lado cortado virado para cima;
  15. Deixe levedar novamente, cobertos com um pano por cerca de 30 min (idealmente devem duplicar de tamanho, o que pode requerer mais tempo de fermentação);
  16. Pincele os caracóis com ovo e salpique-os com açúcar pérola ou flocos de amêndoa;
  17. Cozer cada tabuleiro num forno a 250 ºC por cerca de 5-8 min (ajustar este tempo dependendo do forno).

Pão de mistura

*
Preparo
15 mins
Cozimento
40 mins
Tempo Total
2 hrs 45 mins
 
Serve: 12
Autor: Irina Sopas
Ingredientes
  • 200 g de farinha de aveia
  • 300 g de farinha de amêndoa
  • 500 g de farinha de trigo integral
  • fermento q.b. para pão 1 kg de pão
  • sal q.b.
  • 1 ovo
  • 300 ml de óleo
  • 500 ml de água morna
  • 50 g de sementes de linhaça
  • 50 g de sementes de chia
  • 50 g de sementes de cardamomo trituradas
Modo de Preparo
  1. Junte as farinhas, o fermento em pó, as sementes numa bacia e reserve;
  2. Bata o ovo, a água morna, o óleo com uma pitada de sal;
  3. Despeje a combinação líquida sobre as farinhas e misture com a mão (a massa não deve colar nas suas mãos, se necessário use mais farinha);
  4. Deixe a massa crescer por 1 hora;
  5. Divida a massa em pães de 150 g e deixe crescer por mais 1 hora;
  6. Leve ao forno pré-aquecido em 150 ºC por aproximadamente 40 min.
Notas

Se quiser deixe arrefecer e congele.

Fudge

 

*
Preparo
30 mins
Tempo Total
7 hrs
 
Autor: Dani
Ingredientes
  • 1 lata de leite condensado moça
  • 375 g de chocolate para isso eu usei 225 g chocolate de leite e 150 g branco
  • 1 colher de sopa de açúcar de confeiteiro
  • nozes bolachas a gosto (seja criativo)
Modo de Preparo
  1. Coloque tudo em uma panela e derreta. Continue a mexer;
  2. Pegue uma assadeira (19 x 30 cm) e coloque uma folha de papel manteiga nela;
  3. Quando o chocolate estiver derretido, coloque as nozes ou chocolate (ou ambos);
  4. Misture tudo e coloque na bandeja. Espalhe e leve ao frigorífico por cerca de 5 a 8 horas (apenas até que esteja firme);
  5. Em seguida, corte o fudge em cubos.

Turnovers de vegetais

 

*
Preparo
20 mins
Cozimento
30 mins
Tempo Total
50 mins
 
Autor: Heather Obasare
Ingredientes
  • 1 massa de pizza de pão de trigo uso pronta, mas pode optar por fazer a sua
  • 1/2 de courgette
  • 1 espiga de milho
  • 3/4 de chávena de ervilhas verdes frescas ou congeladas
  • 1 1/2 copo abóbora cortada em cubos
  • 1/2 de cebola vermelha pequena
  • 2 colheres de sopa de queijo de cabra ou um queijo alternativo livre de produtos lácteos se deseja que o turnover seja vegan
  • 2 colheres de chá de estragão
  • 1/2 pimenta habanero finamente picada omitir ou ajustar com base na tolerância de especiarias
  • sal e pimenta a gosto
  • azeite q.b.
Modo de Preparo
  1. Pré-aqueça o forno a 400 ºC;
  2. Preparação dos legumes: corte o courgette em cubos pequenos. Retire as sementes do milho. Retire a pele da abóbora e corte-a em pedaços de cerca de 1 cm. Corte a cebola em fatias pequenas. Esmague / pique o alho.
  3. Coloque os pedaços de abóbora em uma bandeja. Cubra com uma pequena quantidade de óleo e tempere com sal e pimenta. Coloque no forno a assar até que a polpa esteja suave no interior e ligeiramente estaladiça do lado de fora.
  4. Enquanto a abóbora estiver a assar, aqueça uma pequena quantidade de óleo na panela. Frite a cebola até ficar crocante (cerca de 3-5 min). Adicione o alho, a pimenta habanero, a abobrinha e o milho; deixe fritar até que os vegetais estejam cozidos. Retire do fogo. Acrescente o estragão e o queijo de cabra. Tempere com sal / pimenta a gosto.
  5. Cozinhe as ervilhas verdes e, em seguida, amasse-as ligeiramente;
  6. Separe a massa da pizza em 4 segmentos iguais. Estenda cada segmento até cerca de 4 mm de largura;
  7. Uma vez que a abóbora estiver torrada, passe o forno para 350 ºC. Misture a abóbora com o courgette e o mix de milho;
  8. Divida a mistura de vegetais em quatro partes iguais e coloque sobre o centro de cada pedaço de massa. Divida as ervilhas e coloque-as em cima dos legumes. Dobre a massa e feche-a ao longo das bordas com um garfo.
  9. Borrife levemente ou escove uma assadeira com óleo e coloque os turnovers na bandeja. Pincele uma pequena quantidade de azeite em cima de cada um e, em seguida, coloque no forno. Asse por 30 min, vire e asse por mais 10 min (tempo de cozimento pode precisar de ser ajustada com base no seu forno. Os turnovers devem estar prontos quando a crosta apresentar um tom dourado.
Notas

Coma com salada ou desfrute puros.

Repolho recheado

 

*
Preparo
15 mins
Cozimento
10 mins
Tempo Total
25 mins
 
Serve: 3
Autor: Irina Sopas
Ingredientes
  • 3 folhas de repolho ou couve da sua escolha
  • recheio ao seu gosto usei peito de frango desfiado com caril
Modo de Preparo
  1. Separe as folhas do repolho sem partir;
  2. Aqueça água numa panela grande o suficiente para as folhas entrarem inteiras;
  3. Quando a água estiver quente mergulhe o repolho por aproximadamente 4 min (tempo suficiente para branquear/amolecer, sem ficar desfeito);
  4. Mergulhe o repolho em água fria para cortar o cozimento;
  5. Escorra as folhas e encha as mesmas com o recheio da sua escolha;
  6. Feche a folha e use palitos para prender;
  7. Leve ao forno pré-aquecido a 180 ºC por 10 min.

Solha ao molho de limão com ervas

 

*
Preparo
10 mins
Cozimento
15 mins
Tempo Total
25 mins
 
Autor: Irina Sopas
Ingredientes
  • 2 solhas de 200 g
  • 1 limão - sumo
  • 2 colheres de sopa de margarina líquida culinária
  • sal q.b.
  • pimenta do reino q.b.
  • alecrim q.b.
  • cebolinho q.b.
  • salsa q.b.
  • tomilho q.b.
Modo de Preparo
  1. Faça um golpe na diagonal em cada solha;
  2. Coloque o peixe num pyrex, tempere com o sal e a pimenta do reino - reserve;
  3. Num recipiente misture o limão, a margarina, o sal e as ervas picadas;
  4. Espalhe o molho em cima do peixe;
  5. Leve ao forno pré-aquecido em 180 ºC por 15 min.
Notas

Acompanhe com arroz branco e salada.
Pode utilizar peixe linguado se desejar.

Coentro: mais aroma, mais sabor

Coentros

Digam o que quiserem, mas para os amantes da culinária o coentro é tão importante como o álcool para os bêbados. Repleto de aroma e sabor, é uma erva com utilidade ilimitada, servindo como tempero de carnes e peixes, chás medicinais e até mesmo para adornar os pratos e torna-los mais requintados. Infelizmente em Portugal é um roubo a luz do dia, alcançando valores exorbitantes como 1,00 euro por 100 gramas, o que dá aproximadamente  1,13 dólares ou 4,42 reais! Como? Quando? Por quê? Não faço a menor ideia, desse modo optei pelos sacos de sementes que me permitem vários cultivos e custam o mesmo valor.

FICHA TÉCNICA

ORIGEM: mediterrâneo e médio oriente.
ESPÉCIE MAIS COMUM: coriandrum sativum.
NOMES MAIS COMUNS: coentro, cilandro, cilantro.
ALTURA: entre 40 a 60 cm de altura.
GERMINAÇÃO: de 7 a 21 dias.
MANUTENÇÃO: simples.
SUBSTRATO: bem drenado.
LOCALIZAÇÃO: pode ser cultivado em lugares ensolarado ou em sombra parcial.

COMO CUIDAR

Assim como a salsa o coentro não exige muitos cuidados, porém na minha pouca experiência concluí que é mais sensível do que a maioria das ervas, não suportando temperaturas extremas, especialmente calor e muita exposição solar, pois acreditem ficou totalmente queimado, coisa que não aconteceu com o restante das aromáticas.

PLANTIO

A temperatura ideal para cultivo do coentro é em torno de 27°C, porém em apartamento – meu caso – estufas e semelhantes é possível cultivar o ano inteiro independente do clima, contanto que esteja protegido de altas e baixas temperaturas. Entrementes se quiser acelerar a germinação nos meses mais frios pode deixar as sementes de molho em água de 1 a 3 dias. Mais uma vez em correspondência com a salsa o coentro pode ser cultivado em jardineiras, vasos e canteiros, desde que de forma definitiva, pois não é tolerante a transplantes. As sementes devem ser semeadas em até 1 cm de profundidade com espaçamento de 3 cm.

20151019_083406

Vale ressaltar que com temperaturas muito quentes, o coentro irá florescer e virar semente (fiquei muito chateada quando isso aconteceu), cabe a si, decidir o que fazer:
a) se pretende utilizar as sementes, deixe florescer, desse modo poderá utilizar as sementes na culinária.
b) a segunda opção é deixar as sementes caírem naturalmente para que sejam germinadas no futuro com as regas.
c) opção mais radical é cortar o coentro rente e esperar que novas folhas cresçam (adoptei esta).

LOCALIZAÇÃO

Mais uma vez a minha experiência (péssima) fez-me descobrir que o coentro gosta de sol/calor apenas em fase de germinação e para crescer, podendo ser mantido o restante do tempo em local ensolarado ou em sombra parcial já que as suas folhas são sensíveis e queimam facilmente.

REGA

Durante a fase de germinação pode pulverizar o solo com água para evitar o deslocamento das sementes, ou utilize um regador de criança como eu. É importante que nesta fase o solo se encontre sempre húmido, o que não se faz necessário quando a erva crescer. Embora necessite de água, o solo não deve ficar encharcado e as regas devem ser espaçadas para que o mesmo seque entre uma rega e outra. Lembrando que não se deve aguar por cima, para não queimar as folhas.

ADUBAÇÃO

Correndo o risco de ser repetitiva não sou a favor de adubar ervas, ainda assim se decidir, utilize um fertilizante de nitrogénio solúvel em água, mas tenha cuidado para não exagerar.

COLHEITA

Coentro semeado e crescido, quando colher? A colheita dá-se entre a 30 a 70 dias após a germinação, ou quando as hastes atingirem entre 10 a 15 cm. Deve ser feita apenas pelas folhas mais externas e mais altas, pois são as que se encontram em idade adulta, fortalecidas, evitando o seu enfraquecimento. Corte rente a raiz. Em principio crescerá novamente por dois a três ciclos.

PRAGAS E DOENÇAS

Por incrível que pareça o coentro foi uma das poucas ervas da minha horta que não foi vitimado por pragas e doenças, desse modo não posso falar acerca disso, recomendo apenas que retirem as plantas invasoras que se misturam a erva para evitar que roubem os nutrientes do solo.

Fonte

Hortas Info