ORQUÍDEAS – MUDANÇA DE VASO

O Verão acabou e com ele o colorido das orquídeas. As hastes secaram, as flores caíram e tudo o que resta é o lindo verde das folhas.

É nesse momento que a mudança de vaso se torna possível ou não. Assim como o corte das hastes, a época para transferência de orquídeas de um vaso para o outro é controversa.

Infelizmente os orquidófilos não chegaram a um consenso, e para os aprendizes como eu isso pode ser um drama. Dessa forma decidi seguir o conselho da moça da Central de Jardinagem, e optei por fazer a troca de vaso agora, pois embora não seja o momento do nascimento de novas raízes e brotos, também não há chance de danificar as flores e hastes.

COMO FAZER A MUDANÇA DE VASO

1. Para desprender as raízes da orquídea mergulhe o vaso em um balde/bacia com água e fertilizante para orquídeas por alguns minutos.

2. Enquanto elas ficam submersas, prepare o novo vaso colocando o substrato especifico para orquídeas no fundo.

3. Retire a orquídea da água e pode as raízes mortas assim como pseudobulbos muito antigos (se preferir ao invés de descarta-los tente fazer novas mudas a partir dos pseudobulbos).

4. Por fim com muito cuidado coloque a orquídea no novo vaso sem danificar as raízes. Ela deve entrar sem ser pressionada. Complete com substrato.

Observação: não regue a orquídea nos próximos dias para não apodrecer a raiz.